quinta-feira, 29 de outubro de 2009

CONTINHO DE AMOR

Era uma vez uma menina...
Cheia de sonhos, amor e ternura.
Vivia em pleno contato com a natureza
sempre encantada com o canto dos
passarinhos...
Gostava também de ficar com seu
corpo no sol e na água,
catava todos os dias conchinhas na praia
até que um dia em uma delas
encontrou um lindo menino.
Depois deste dia ela se transformou,
parecia uma nova borboleta e
queria sempre estar junto do menino...
Vivia segurando ele pela mãozinha.
Então ela resolveu comprar duas caixinhas...
Deu uma para o menino com ela dentro
e na outra ela colocou o menino...
Assim a doce menina pensava que quando estivessem
separados poderiam abrir as caixinhas
e matarem todas as saudades.
Além desta existe uma outra caixinha cintilante...
Depositada num lindo arco-íris,
nela o maior presente que poderia te dar...
EU e VOCÊ...Nosso Amor e um Anjo que nos guia.

BEBE

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

A MENINA E O BEM-TE-VI

Dias atrás a menina encontrou um pequenino
e frágil bem-te-vi caído em seu jardim,
cresceu um pouquinho e caiu do ninho.

A menina correu, pegou em seus bracinhos,
deu calor, alimento no biquinho,
carinho e muito amor.
Enfeitou sua nova morada
com fitinhas bem quentinhas, mas
ele com suas asinhas quebradas
e o longo tombo que caiu...
Não resistiu, hoje morreu e a menina chorou.

A menina entristecida
ficou por hora magoada com
a mãe natureza que num vento forte
o derrubou...Mas com ele aprendeu que
a vida é assim...
Nem sempre são só momentos felizes
nosso dia a dia é uma constante luta diária.
Então pequenino Bem-te-vi ...
O pouco tempo que com ela ficou
muito a ensinou.

BEBE

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

INOCÊNCIA

Pés descalços de
um guri travesso,
paz irriquieta,
essa inocência
rasgada que me encanta
idéias e ideais
que se misturam ao acaso
trazendo a tona
o que se vê a olho nu,
esse amor mais puro,
e contagiante
de poder ser criança.

ANDRÉ RUIZ

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

DUAS MENINAS

Somos apenas duas meninas
de olhinhos brilhantes
da cor do mel,
faces coradas
como a maçã do amor.
Sonhos leves como algodão doce
e muito amor no coração.

Perambulamos pelo universo
querendo pegar o mundo na palma da mão...
Com nossos sonhos
queremos transformar o mundo
em um lindo parque de diversões.

Brincar no carrossel,
rodar, rodar, tontinha ficar...
Atirar toda tristeza na boca do palhaço,
enlouquecer de alegria no gira-gira.
Na roda gigante espalhamos nossos
sonhos de meninas pelo vento.
Alegria...Festa...
Muita imaginação.

Somos sempre além de vivas crianças,
duas bonequinhas
transformadas em estrelinhas do céu.

BEBE

JARDINEIRO

Olha menino, que lindo!
Ganhei um jardim
Não um jardim qualquer
Um jardim de versos
Coloridos e perfumados
Ornado com delicadas rimas
E regado de gentis sutilezas...

Olha menino, que lindo!
Estrelas faceiras e arteiras
Fazendo cócegas nos sonhos
Enchendo olhos de sorrisos
Cegando infelicidades...

Olha menino, que lindo!
Beijos colhidos agora
Metricamente embrulhados
Em lágrimas de saudades
À espera dos lábios de mel
Onde docemente morrerão...

Olha menino, que lindo!
Nuvens vestidas de asas
Debruçadas sobre o arco-íris
Voando esperanças coloridas
Tingindo o cinza de poesia...

Olha menino, que lindo!
A lua caindo feito pingente
No colo da dama-da-noite
Seduzindo a madrugada
Molhada de tanto sereno

Viste menino, que lindo?
Esse jardim mora em mim
Queres ser meu jardineiro?

Milene Sarquissiano

terça-feira, 8 de setembro de 2009

JARDIM SECRETO

Adormecida em novo jardim secreto
sonhava entre margaridas,borboletas
pirilampos e beija-flores.
Regava meu coração
apaixonado com versos poéticos
do mundo encantado das fadas.

A brisa embalava toda magia...
Até o poeta dos meus versos
surgir e me enlaçar
em seu cordão de amor,
descobrindo meus segredos e
meu esconderijo.

Minha viagem terminou,
a ciranda se completou,
vou agora dançar entre poesias no
meu antigo jardim com o meu amor.

BEBE

MARGARIDAS DO CAMPO

Sou viajante do tempo
de meus sonhos.
Trago comigo lindas Margaridas do campo
que colhi no meio do caminho.
Com elas enfeitarei toda a entrada de
Meu mundo,
E quando surgires entregarei a ti minha
alma de menina perfumada.

- MI -

DOIS AMIGOS JUSTICEIROS

Com a força e a coragem
Gabriel ia em marcha cadenciada,
o seu cavalo de pau branquinho
feito algodão, sorria para seu patrão!

Dois amigos inseparáveis,
o cavalo zombador marchava feliz
pois sabia que a noite, para dormir,
tinha o cantinho do dono.

E lá iam eles, sonhavam
com a justiça, Gabriel e seu cavalinho
não suportavam maldade, lutavam
com unhas e dentes a favor da caridade.

Galopando falavam sobre a paz,
sonhavam mundo novo, cores alegres,
um arco-íris de luz, e a lua sorridente
mostrando todos os dentes.

São Jorge, levantando a espada,
do nada dizia contente:
levanta cavalo baio, vamos abrir
as correntes, deixar fluir luz e paz!

Marta Peres

terça-feira, 1 de setembro de 2009

MENINA MULHER

Sou menina num corpo
de mulher.
Mulher madura, vivida
com experiências nem sempre
felizes mas a menina que mora
em mim, sempre me faz querer
viver, brincar de faz de conta
esconde-esconde, andar na chuva
correr na areia e até um castelo fazer....

A menina dos meus olhos
sempre se encanta com as flores e
os animais,faz festa quando espia a
alegria da vida...

Sou uma mulher menina
ou uma menina mulher?
Vivo as duas...
Apaixono-me e me desencanto
mas as duas fazem-me bem!...

Maria Bonfá

A FLOR

Pede-se a uma criança. Desenhe uma flor!
Dá-se-lhe papel e
A criança vai sentar-se no outro
canto da sala onde não há mais ninguém.
Passado algum tempo o papel
está cheio de linhas.
Umas numa direção, outras noutras;
umas mais carregadas, outras mais leves;
umas mais fáceis, outras mais
A criança quis tanta força em certas
linhas que o papel quase não resistiu.
Outras eram tão delicadas que
apenas o peso do lápis já era demais.
Depois a criança vem mostrar essas
linhas às pessoas: Uma flor!
As pessoas não acham parecidas
estas linhas com as de uma flor!
Contudo, a palavra flor andou por dentro
da criança, da cabeça para o coração
e do coração para a cabeça, à procura
das linhas com que se faz uma flor,
e a criança pôs no papel algumas dessas
linhas, ou todas.
Talvez as tivesse posto fora dos
lugares, mas são aquelas
as linhas com que Deus faz uma flor!

ALMADA NEGREIROS

DOCE MENINA

Janelinhas azuis...
Um avatar me encantava,
menina de trancinhas,
sorriso sapeca jogando beijinhos.
Quem seria aquela menina?
Que segredo escondia?
Minha alma de menina reconheceu
que atrás daquela janelinha
estava outra alma de menina encantadora.
Menina de coração puro, coração Leve.

Ela trouxe ao meu mundo de sonhos
e magia muito mais alegria.
Este é o seu segredo...
Plantar sementinhas de amor e alegria.

Neste encontro de almas de meninas
sonhadoras...
Poesias, vídeos, músicas...Muita magia.
Lágrimas de amor,
carinho, doçura e gratidão.

BEBE

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

É VOCÊ MENINA

É você menina,
que me traz alegria
e me deixa feliz assim
desse jeito.
Teu sorriso
tem tanta beleza
e o teu olhar
tanta delicadeza,
que não tem
como não te amar.
É você menina,
a minha doce e linda
mulher madura,
por quem os meus sonhos
só sabem sonhar . .
.
Homenino Poeta

terça-feira, 25 de agosto de 2009

MENINA NA JANELA

A menina na janela...
Horizonte dos seus sonhos,
tudo passa em um segundo
nesse coração infantil.
O que será amanhã?
Não imagina,
talvez seus sonhos são de hoje
pois essa criança,essa menina
sonha e vive agora
com toda pureza que tem.
.
Sejamos nós
meninos e meninas,
vamos ter coração de criança,
jogar fora essa armadura de adulto
e na mais pura liberdade
possamos sonhar também.
.
André Ruiz

sábado, 22 de agosto de 2009

TUA MENINA

Sinto-me como se eu fosse a menina
Que teus olhos insistem em querer pra si.
Envolve-me em tuas castanhas íris
Como um abraço quente.
A cada lágrima submerjo
E flutuo em um mar sereno,
Em um piscar de teus olhos
Converto-me em uma sereia
E num suave canto
Torno-me teu encanto
Levando-te à uma ilha alheia
E com a proteção de teus cílios
Adormeço por uma vida inteira
.
Rita Encinas

MENINA MEIGA

Menina meiga
vestida de sonhos
delicada adormece
sonha com o amor
.
Suave despertar
róseos lábios
orvalho da manhã
sabor de maça
.
Olhar lascivo
deleita-se
no beijo sonhado
desejo degustado
.
Van Albuquerque

ALMA DE MENINA

Pra você ,desnudei minh'alma...
mostrei minhas fragilidades,
meus anseios,minhas buscas,
meus desenganos...
.
Pra você, me mostro como sou...
alguém que sorri, que chora,
que acolhe,mas que procura
um ombro acolhedor...
.
Pra você, me mostro
sem meias verdades sem medo
de expor meus pensamentos
de falar dos sentimentos
de dizer quem sou...
.
Sou alguémque ainda sonha...
acalenta esperanças
num coração que tanto já se deu...
sou apenasuma mulher
com alma de menina,
e que ainda não cresceu...
.
Regina Azenha

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

NOITE DE LUAR

Oi menina...
Quando vejo você
penso que tenho que seguir em frente...
Não sei qual é essa mágica
que você tem
que encantam minhas horas escuras
colorindo minhas noites.
.
Com flores que você desenha...
é como se meu coração fosse
um porão baldio
onde nasceu
por travessura um lírio....
Um lírio novo...
Iluminado pela lua...
.
LUPI

A MENINA QUE VIVE EM MIM

A menina que vive em mim
Sonha acordada
Os contos de fadas
Não se preocupa com as horas
Nem com partidas
Ou chegadas
A menina que vive em mim
Desenha estrelas
De cinco pontas
Em cadernos de brochuras
Não se atem a medos
Regras ou frescuras.
Não pensa nos anos
não tá nem aí
pro tempo
A menina que vive em mim
Vive os sonhos
Não lamenta os enganos
E se veste de mulher
De vez em quando
No espelho da realidade
Mas ela insiste a viver em mim
Pra dos sonhos
Não sentir saudade.
.
Sirlei L. Passolongo

MENINA FADA

Essa Menina virou mulher,
muitas vezes ela se esquece disto.
Entre sonhos e fantasias
percorre o mundo com seu sorriso,
encantando a todos pelo caminho.
Essa menina cheia de segredos
desce a alameda com seus longos
cabelos voando ao vento,
querendo voar como borboleta.
Sapeca...Doce...Inocente...
Muitas vezes estouradinha
que até seus olhinhos cor de mel
mudam de cor.
Pode até parecer dura mas é pura doçura.
Seus cachorrinhos vivem abanando
o rabinho para ela porque conhecem
sua dona como ninguém.
Seu coração e seu rosto é tão puro
linda menina que és uma fada a bailar
pelo nosso universo...
E te peço nunca perca a sua
candura de menina.
.
BEBE

MINHA PRINCESINHA

Você é...
O meu mais lindo sonho,
a minha esperança, o meu medo.
Você é como...
O Diamante mais raro,
que de tão maravilhoso
purifica até mesmo a mais triste lembrança.
Você é assim...
Como o céu e o mar,
que os meus olhos contempla
me não se cansam.
Você tem...O rosto de um
anjo,
um sorriso suave,
um abraço que me aquece e protege.
Você é mais... não...
Bem mais que uma flor,
num doce amanhecer.
É a minha princesinha.
.
Guilherme Kássio

A SOMA

Sou duas em uma só.
Metade mulher , metade menina.
Guardo no meu lado mulher
meus desejos mais profundos,
e o meu lado menina ,
os meus sonhos e ilusões.
Meu coração está divido,
ora mulher ousada,
ora menina acanhada.
Como vê , apesar de me
sentir repartida
Sou a soma das duas partes.
MULHER...MENINA...
.
MI

sábado, 15 de agosto de 2009

SONHOS DE INFÂNCIA

Cresci, mas era pequenina
Sapeca, mas doce menina
Sem conhecer nada da vida
A razão ainda adormecida.
.
Tinha sonhos e fantasias
E também muitas alegrias
O tempo era irrelevante
Mas a magia tão marcante!
.
Vivia na beleza do lar
Respirava a pureza do ar
Colhia belas flores nos campos
E corria atrás dos pirilampos.
.
Uma época de singeleza
No coração tanta nobreza
De formoso olhar cativante
Com uma vida exuberante.
.
Sorria, brincava, pulava
Com sonoridade cantava
Nas horas de birra que tinha
Alguém logo ao encontro vinha.
.
Esta menina vive em mim
Bordando sonhos em cetim
Colhendo os frutos no caminho
Plantados outrora com carinho.
.
Neneca Barbosa

PEQUENO

E tudo tornou-se pequeno.
Os bosques onde apanhei flores
os rios onde colhi cada cor do arco-íris...
a gargalhada de criança como pirilampo...
acendendo o pensamento.
A graça das noites ficou
na infinita curva como trem descarrilado...
Uma floresta de pedra ergueu-se
cortando o espaço do vento...
que sufoca no peito um cheiro forte de asfalto.
Estou aos pedaços.
Que não se façam pequenos também meus sonhos.
.
Rosy Moreira

SONHOS DE MENINA

E sigo a trilha de sóis
Qual sonhadora menina
Piso leve na areia fina
E águas banham meu ser.
No coração trago cicatrizes
Marcas de minha emoção
Canto a nossa canção.
Ergo minhas mãos quebradas
Para alcançar uma asa
Exposta e só
Fascinada ...E o arco-íris surgiu
Ao mar azul não resistiu
Com carinho lhe beijou.
E as flores maceradas
Nas águas profundas, mergulhadas
Elevam as pétalas pequeninas
.
Os sonhos daquela menina ...
.
Iveti Specorte

domingo, 9 de agosto de 2009

MENINA POESIA

Menina de olhar inocente,
que acompanha o mundo com suas
lindas fantasias sentada em seu
jardim encantado.
.
Vive sonhando...
Acredita que possui um par de asas
e com elas sai voando pelo mundo
da poesia sempre suspirando entre
uma palavra e outra.
.
Sua beleza é interior...
Seu sorriso um misto de pureza e alegria,
onde traduz todo seu sentimento.
Seu olhar guarda mil segredos encontrados
em suas viagens pela fantasia e pela realidade...
Por onde passa deixa plantada uma
sementinha de amor.
.
BEBE

terça-feira, 4 de agosto de 2009

SONHOS DE MENINA

Se fossem coloridos os meus sonhos,
Sonhos de menina ainda a despertar,
Meu pequenino quarto abrigaria um arco-íris
Que novas nuances viria aqui buscar.
.
Os meus sonhos são assim tão coloridos,
Eu sonho de uma forma muito iluminada!
Sonho em me transformar logo em mulher,
E ser de alguém, a criatura mais amada.
.
O espelho me revela algumas novas formas
Fico vaidosa ao ver que não sou mais criança.
Um novo brilho dá mais vida ao meu olhar,
Meu coração bate mais forte de esperança.
.
A ansiedade deixa a alma em sobressalto
Parece disparar em meu peito, o coração.
Deixo meus sonhos fluírem livremente,
Nesse momento bonito de transformação!
.
Difícil admitir que ainda sou uma menina,
Pois lateja em mim um desejo tamanho,
Proibido, eu sei, mas dele eu me alimento,
Quando me incendeia de modo tão estranho.
.
Me deixo assim, sonhar – não é pecado –
A realidade é para quem já envelheceu.
Sonhando, eu me permito experimentar,
Tudo aquilo que ainda não aconteceu!
.
Mírian Warttusch
Poesia dedicada a Betinha

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

MOMENTOS FELIZES

Volto ao passado com alegria
Envolvida por uma magia
Menina com sonhos e feliz
O coração de força motriz
.
Sentia a chuva molhando meu rosto
Sorvendo as gotículas com gosto
Os pés nus pisando no regato
Rindo, inalava o cheiro do mato
.
Construía quase todos os brinquedos
Na caixinha guardava os segredos
Gostava das bonecas de pano
E dos folguedos do final do ano
.
Admirava o verde das campinas
Sentia a brisa suave das matinas
Fui cercada de muito carinho
Valores que seguem meu caminho
.
Ah! Quanta lembrança boa da infância
Cada qual com sua rara fragrância
Dádivas de Deus que me conduz
Em busca da estrela que reluz
.
Neneca Barbosa

BARQUINHO DE PAPEL MARCHÊ

Quero voltar aos meus tempos de criança,
Navegar em um lindo barquinho de papel Marchê.
Admirar os Lindos Balões coloridos no céu,
apertando em meu peito um velho ursinho
Que ganhei em um Natal distante,
como meu bem mais precioso.
Serei uma pequena navegante de meus sonhos.
Fingirei um mundo só meu,
e neste lindo barquinho
enfeitado de todas as estações do ano
brincarei de ser Feliz.
.
- MI -

INFÂNCIA

Adormece em mim lembranças vivas de uma linda infância.
.
Um inverno retalhado de azul céu
felicidade tenra de criança
e o pensamento à toa como pipa voando pelos ares coloridos.
.
Atravesso a noite de mãos entrelaçadas com a lembrança
onde a madrugada escondida chama pela manhã
fazendo da vida um tempo de brincadeiras.
.
Como posseiro aquele tempo invadiu meu peito já adormecido.
Sigo saboreando a brisa de lírios
despedaçando uma página de amor em brasa.
.
Procurando os nós que abrem e desatam
todas as flores na tela parada do ar.
.
Desenhada na memória uma longa primavera
com seu sol possível e seu perfume inevitável.
.
Eu e a infância somos um só e longo canto.
Brotam em nossas entranhas verdes desejos de menina
com delírios inocentes de ser tudo e nada ser.
Nosso alvo chama-se alegria.
.
Rosy Moreira

sábado, 1 de agosto de 2009

MUNDO MÁGICO

Percorrendo jardins de margaridas
Menina de cabelos longos, olhos de jabuticada,
face rubra e pele alvíssima
sonhava com um mundo mágico...
.
Aquele que encontrava nos livros
que lia a sombra da goiabeira.
No entanto não percebia que ela mesmo
vivia num mundo de pura magia...
.
Colhia flores coloridas para enfeitar seus cabelos,
nadava em rio límpido entre diversos peixinhos,
embaixo das videiras saboreava o néctar
de uvas saborosas,
em sua janela pássaros faziam sua morada para
com seu canto acordar a bela menina.
.
Seu maior prazer era correr pelos campos verdejantes
com seu véu atrás das mais lindas borboletas.
Em sua inocência imaginava que se conseguisse
captá-las ficaria igual a elas...
Voaria...Voaria...
Pincelaria o mundo com seu colorido e com
o esplendor de sua beleza a todos encantaria.
.
BEBE
(Minha infância no SUL)

sábado, 25 de julho de 2009

CAIXINHA DE MÚSICA

Uma linda caixinha de música,
Pequenina e singela,
em seu interior uma bela melodia,
trazendo-me lembranças já esquecidas.
No encanto dessa música,
me transformo numa menina
delicadamente vestida de rosa,
e na magia de meus sonhos caminho
por entre as nuvens até encontrá-la.
Nessa pecinha pequena,
ponho-me à imaginar.
Como seria eu lá dentro
esperando a música começar.
.
- MI -

sábado, 18 de julho de 2009

DANÇA DE MENINA

Menina solta tua alegria...
Busque os sonhos que
Brilham em teu olhar,
Refletindo o desejo sincero
De felicidade...
Menina que chora, sorri e
Depois dança ciranda no
Palco da tristeza...
Ah menina... Alegra-te!
Alegra-te e acredite no
Pulsar do coração anunciando
Uma paz vindoura!
Dias de solidão serão Lembranças,
no raio de Luz em teus caminhos...
Alegra-te menina! e
Dance... Dance... Dance!...
.
CIDA LUZ
Poema dedicado a doce amiga Betinha

sexta-feira, 17 de julho de 2009

MEIGA MENINA

Sou apenas menina.
E minhas mãos pequeninas
Não conseguem agasalhar uma estrela
Que adormeceu numa açucena
.
Canto uma melodia que comove a alma
Sossega aos pouquinhos, acalma.
Seguro uma borboleta enfim
Interrompendo o voo sagrado do Sem Fim
.
E um raio de sol brinca na face corada
Cintila em meus cabelos vermelhos.
Murmura que sou amada
Sorrio comigo, tímida porém animada
Na verdade sou valente
Uma menina adolescente que ousa ser diferente
.
Hoje por exemplo me abraço com o vento, adormeço.
E meu sonho é etéreo
Em meu mundo não há mistério;
tudo é essencialmente transparente, belo...
.
Iveti Specorte
Poesia dedicada a menina Betinha

terça-feira, 14 de julho de 2009

SEMPRE MENINA

Mulher...
Uma flor no cabelo,
o sorriso do espelho,
um riso contido,
virtude sem rima,
um canto que encanta
unicamente você...
Sempre menina...
Sempre mulher.
.
André Ruiz

sábado, 11 de julho de 2009

MENINAS E SONHOS

Casou cedo, menina ainda.
Na mala - rendas, cambraias, cetim.
E um pouco de algodão - puro.
No coração - sonhos.
As rendas, cambraias e cetim,
pouco usados, continuam lá.
O algodão, agora manchado,
resiste bravamente.
Os sonhos, quase esquecidos,
dormem no fundo da alma.
.
Vera Abi Saber

terça-feira, 30 de junho de 2009

ASSIM SOU EU...

Assim sou eu:
Livre, sem julgamento
Sem amarras e descalça
Olhar sem medo de menina
Seguindo em frente, determinada
.
Levo comigo:
A alma branca de algodão
Tremulando ao vento de verão
Que me leva para sempre nessa estrada
Mil sonhos e sentimento, cheia de coragem
E desarmada
No rosto o sorriso, nas mãos um chapéu
No coração o amor
E mais nada
.
Acredito que:
Nem mesmo a vida, nem altas cercas
Vão me impedir de ver as flores
Tocar no céu e ser feliz,
girar no sol em carrossel
Sentir todas suas pétalas em minhas mãos
E em meu nariz os seus odores
.
Meu convite:
Segura forte a minha mão
e vem comigo nesse andar
Inda que não cheguemos nas estrelas
Não deixaremos nunca de sonhar
.
[[J’amour]]
Dedicado a amiga querida Betinha


domingo, 28 de junho de 2009

PARA GUARDAR A INFÂNCIA

Atenção: Compro gavetas,
armários, cômodas e baús.

Preciso guardar minha infância:
os jogos da amarelinha,os segredos
que me contaram lá no fundo do quintal.
.
Preciso guardar minhas lembranças:
as viagens que não fiz,
ciranda, cirandinha
e o gosto de aventura
que havia nas manhãs.
.
Preciso guardar meus talismãs:
o anel que tu me deste,
o amor que tu me tinhas
e as histórias que eu vivi...
.
Roseana Murray

sexta-feira, 26 de junho de 2009

ALGODÃO DOCE

Algodão Doce
Vou levitar no teu olhar
Me perder na tua boca
Teu amor me é tão calmo
Tão gostoso...Algodão doce!
Faz ciranda em minha vida
Brincadeira de criança
Teu amor é melodia
Livre e leve
Algodão doce!
.
É alegre e desprendido
Aquarela de mil cores
Me deixa como menina
Teu amor...Algodão doce!
Bagunçou meu coração
Quero mais, não faço pose
Despertou minha alegria
Tudo é festa...Algodão doce!
.
Teresa

quarta-feira, 24 de junho de 2009

MENINA POETISA


Onde mora o sentimento
A emoção de ser você?
Logo ali na esquina, na casa da colina
Numa saleta azul
.
Estoque de ilusões, experiências, visões
Compõem minha fome, minha sede sem limitações.
.
.Através da porta aberta, basta curvar-se um pouco
E você fica rouco diante das descobertas
.
Vocábulos, letras soltas, sílabas
Retratos semi acabados de vidas
Por ali transitam
Feito pétalas coloridas
.
E neste cantinho repleto de carinho
Permaneço por momentos. Floresço
Transformo-me em menina poetisa
.
Imagino o céu, o mar, o mel
O coração ferido e choro comigo
Pinto faces adormecidas
E paisagens esquecidas
.
Uma mão estendida brinca, me alisa
Esqueço tudo
Lápis e papel na mão, rabisco e
fabrico meu mundo .
.
Iveti Spercote

domingo, 21 de junho de 2009

SOU APENAS UMA MENINA

Sou apenas uma menina...
que brinca de ser mulher...
mas dentro de mim...
sou ainda pequenina...
.
Tenho mil sonhos...
mil conquistas...que não sei se
conseguirei um dia realizar...
porque sou cheia de insegurança..
dúvidas...medos.
.
Sou apenas uma menina...
brincando de ser poetisa...
escritora...que em coisas belas
se inspira para brincar de fazer versos...
Mas quase sempre me disperso...
muito discretamente...
às vezes os perco,
ou os deixo adormecidos
dentro de mim...
Noutras tantas
os deixo bem dispersos.
.
Arneyde T. Marcheschi

MENINA PEQUENINA

Esta menina tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.
Não conhece nem mi nem fá
mas inclina o corpo para cá e para lá.
Não conhece nem lá nem si
mas fecha os olhos e sorri.
Roda, roda, roda, com os
bracinhos no ar e não fica
tonta nem sai do lugar.
Põe no cabelo uma estrela
e um véu e diz que caiu do céu.
Esta menina tão pequenina
quer ser bailarina.
Mas depois esquece todas
as danças e também quer dormir,
como todas as outras crianças.
.
Mariana

INOCÊNCIA

Menina inocente
de terno olhar
Nada é. Nada sabe
Vê o mundo de um jeito mágico
Contos de fadas
Fantasias de cores multicores
.
Abra os olhos menina meiga!
Veja!
Há melodias que não rimam
Dias nublados
Abra os olhos doce menina!
É a vida!
.
E, após ver tudo com clareza e sobriedade
Não permita que a criança se vá
Nem deixe que a esperança adormeça.
.
Arnalda Rabelo

sábado, 20 de junho de 2009

SONHO DE MENINA

Viajo como uma menina
sempre a sonhar
nas asas do vento,
numa única rota...Você.
.
Fantasio e sonho no ar...
Tento tocar as estrelas,
quero lá em cima ficar,
Brilhar.
.
Com meus sapatinhos de cristal
Dançar num salão
azul da cor do céu...
Nos teus braços bailar...
Girar...Girar.
.
Com uma varinha de condão
ficar neste mundo todo
colorido onde as estrelas
tem o brilho teu...
E a fantasia a doce
ternura do seu AMOR de menino.
.
BEBE

sexta-feira, 19 de junho de 2009

A MENINA VIVE...

A menina que aos poucos foi
trocando a boneca por maquiagem.
Trocando seu mundo de sonhos pelo da realidade.
Hoje sua vida segue em frente...
O passado não importa.
Ela vive o presente!
A garotinha que cansou de acreditar
que contos de fadas começam
com "era uma vez" e terminam
com "um final feliz"...
Sou muito mais que essas letras,
frases e fotos que falam sobre mim...
Sou as minhas atitudes,os meus sentimentos,
as minhas idéias...
O que realmente faz valer a pena estar vivo,
não há filmadora ou máquina fotográfica que registre...
Surpresas,gargalhadas, lágrimas,
enfim,o que eu sinto,quem eu sou,
você só vai perceber quando olhar nos meus olhos,
ou melhor,além deles...
Posso até ser pequena pra quem vê...
Mas gigante pra quem ama!
.
Ismália

VIDA DE CIRCO

Dentro desse meu picadeiro coração
eu ando sobre o arame,
apanhando estrelas,
malabares de emoções baratas,
nessa mágica arte de viver.
Sou sonho de um palhaço...
Sonho o amor.
Minha liberdade,
consiste em ser o que sou.
.
André Ruiz

quinta-feira, 18 de junho de 2009

SUA ETERNA COLOMBINA

Vejo meu reflexo colorido em teus olhos
Sinto na tua mão o pulsar das tuas veias
E teu amor se reflete nos cristais de sal
Dessa lágrima quente e solitária que desliza
E que agora borra minha face ao dizer-te
Que TE AMO minha vida, e sim, sou TUA
Ah, meu eterno Pierrot...Sou a tua triste Colombina
Sou tua poesia, sou amor e louca fantasia
Doce viola gemendo em suas mãos
Sou mulher, sou sonho, sou MENINA
Sou desejo, alma nua, beijo ardente e coração
E você o meu artista, que em noites de lua
Dedilha meu corpo buscando notas
Doce melodia, da mais linda canção.
.
J'Amour

terça-feira, 16 de junho de 2009

RAMALHETE DE AMOR

No jardim de frente do meu passado
Colhi mudas de esperança...
Tudo é como antes
dias de muito sol e calor.
Assumi a posição de jardineiro
colhi sempre vivas...Hortências e rosas
pra que tu renasças assim em mim
todo dia sempre em flor...
Um ramalhete de amor
.
André Ruiz